Quarta, 16 Janeiro 2019 16:01

Rita Cortez representa o IAB na posse do novo presidente da Amperj

Da esq. para a dir., Rita Cortez, Luciano Mattos, Ertulei Laureano Matos e Luciano Bandeira Da esq. para a dir., Rita Cortez, Luciano Mattos, Ertulei Laureano Matos e Luciano Bandeira
A presidente nacional do Instituto dos Advogados Brasileiros (IAB), Rita Cortez, participou da solenidade de posse da nova diretoria e dos conselhos Consultivo e Fiscal da Associação do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (Amperj), realizada nessa segunda-feira (14/01), no Centro do Rio. O evento reuniu membros do Ministério Público do Rio de Janeiro e de outros estados, magistrados, defensores públicos e representantes de várias entidades.
O novo presidente da Amperj, Ertulei Laureano Matos, enfatizou em seu discurso que a associação deverá, nos dois próximos anos, dar prioridade à sua função sindical implícita. “Agradeço aos colegas de diretoria e conselhos Consultivo e Fiscal, por aceitarem compor a chapa e dividir as responsabilidades inerentes à gestão, que, adianto, será espartana, cuidadosa com as finanças e voltada igualitariamente a todos os associados, sem discriminação ou privilégios de nenhuma natureza. A Amperj é de todos os associados”, afirmou.

Ertulei Laureano Matos assumiu o cargo em substituição a Luciano Mattos. Em seu discurso, ele fez, ainda, referência especial ao procurador Everardo Moreira Lima, primeiro presidente da Amperj (1974/76), ao procurador Antonio Carlos Silva Biscaia, que também presidiu a Amperj (1982/84), e à presidente do IAB, Rita Cortez, lembrando o tempo em que ambos atuaram na Justiça do Trabalho.

Compuseram a mesa de honra, além de Ertulei Laureano Matos e Luciano Mattos, o governador do estado, Wilson Witzel; o procurador-geral de Justiça do Estado e ex-presidente da Amperj (2007/08), Eduardo Gussem; o defensor público-geral do Estado, Rodrigo Pacheco; o procurador-geral de Justiça de Minas Gerais, Antonio Tonet; o conselheiro Sebastião Caixeta, do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP); o 1º vice-presidente da Associação Nacional do Ministério Público (Conamp), Manoel Victor Murrieta, e o presidente da OAB/RJ, Luciano Bandeira.