Domingo, 03 Maio 2020 22:28

Nota de pesar - Odilon Niskier

O Instituto dos Advogados Brasileiros (IAB) manifesta profundo pesar pela morte, aos 94 anos, do consócio Odilon Niskier, ocorrida no dia 25 de abril, no Rio de Janeiro. O advogado ingressou no IAB em 1972 e ocupou os cargos de diretor adjunto e secretário-geral. Nascido no dia 6 de janeiro de 1926, em Ostrowiec, na Polônia, Odilon Niskier, filho de Mordko Majer Niskier e Frajdla Klajner Niskier, que imigraram para o Brasil em 1933, veio menino para o Rio de Janeiro, naturalizando-se brasileiro e morando, inicialmente, com a família no bairro de Pilares, na zona Norte da cidade.
Formou-se pela Faculdade de Direito do Rio de Janeiro (atual Uerj), em 1951, trabalhou como advogado do Banco do Brasil e da Infraero e foi presidente do Tribunal de Ética da Seccional da Ordem dos Advogados Brasileiros no Rio de Janeiro (OAB/RJ), por quatro anos.

Sua biografia, intitulada Odilon Niskier: relato de uma vida, escrita por Renato Sérgio e lançada em 2006, teve o texto de capa assinado por seu irmão caçula, Arnaldo Niskier, ocupante desde 1984 da cadeira 18 da Academia Brasileira de Letras (ABL), por ele presidida no biênio 1998/1999.

Odilon Niskier foi casado por 64 anos com Celina Niskier, com quem teve três filhas, Paloma Niskier, Clarice Niskier e Joice Niskier. O advogado era avô de Vitor Niskier Braga e David Niskier Pared.
Seu corpo foi sepultado no Cemitério Israelita de Vilar dos Teles, no Rio de Janeiro.