Quarta, 23 Outubro 2019 15:46

Sydney Sanches prestigia posses de advogados como conselheiros do CNJ e do CNMP

Da esq. para a dir., Marcos Vinicius Jardim Rodrigues, Fernanda Marinela, Rita Cortez, Sandra Krieger, André Luís Godinho e Sydney Sanches Da esq. para a dir., Marcos Vinicius Jardim Rodrigues, Fernanda Marinela, Rita Cortez, Sandra Krieger, André Luís Godinho e Sydney Sanches
O 2º vice-presidente do Instituto dos Advogados Brasileiros (IAB), Sydney Sanches, compareceu nesta terça-feira (22/10), na sede do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (CFOAB), em Brasília, às solenidades de posse de Marcos Vinicius Jardim Rodrigues e André Luís Godinho, como conselheiros do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), e de Sandra Krieger e Fernanda Marinela, como conselheiras do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP). Os quatro foram nomeados para o biênio 2019/2021 nas vagas destinadas à advocacia nos dois órgãos. Pela primeira vez, duas mulheres vão representar a OAB no órgão de controle externo do Ministério Público. A presidente nacional do IAB, Rita Cortez, participou à noite, no CFOAB, do jantar em homenagem aos quatro novos conselheiros.
Segundo Sydney Sanches, “as solenidades foram marcadas por importante simbologia, pois houve a primeira posse conjunta de duas conselheiras, revelando o protagonismo da advocacia feminina, cada vez mais presente em todas as representações do sistema de justiça”. Compareceram às posses os presidentes da OAB Nacional, Felipe Santa Cruz; do CNJ, ministro Dias Toffoli, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), e do CNMP, procurador-geral da República, Augusto Aras, entre outras autoridades.

Sobre a catarinense Sandra Krieger e a alagoana Fernanda Marinela, que  representam a advocacia no CNMP, Felipe Santa Cruz afirmou: “São mulheres com currículos de ouro, destaques em Santa Catarina e Alagoas e também nas suas atuações no Conselho Federal. Tenho certeza que elas representarão o que há de melhor da advocacia feminina e da advocacia como um todo. Serão vozes da advocacia e da sociedade”, disse Santa Cruz.

A respeito de Marcos Vinicius Jardim Rodrigues e André Luís Godinho, o presidente da OAB Nacional disse que “são conselheiros da maior capacitação, com história de luta em defesa da advocacia”. Ainda de acordo com Felipe Santa Cruz, “eles conhecem o duro e árido cotidiano da profissão e representarão no CNJ os anseios e os sonhos da advocacia, seja por justiça, por celeridade, pela retomada de crescimento brasileiro e por respeito aos honorários”.
 
Da esq. para a dir., Fernanda Marinela, Sydney Sanches e Sandra Krieger