Domingo, 02 Junho 2019 23:30

Nota de pesar – Egas Dirceu Moniz de Aragão

O Instituto dos Advogados Brasileiros (IAB) manifesta profundo pesar pela morte, aos 89 anos, do consócio Egas Dirceu Moniz de Aragão, neste domingo (2/6), em Curitiba (PR). O corpo está sendo velado na Capela Vaticano e será sepultado no Cemitério Municipal São Francisco de Paula, em Curitiba, na segunda-feira, às 17h. Egas Dirceu Moniz de Aragão ingressou no IAB em 1979 e, dois anos depois, foi homenageado com a Medalha Teixeira de Freitas, comenda do Instituto que distingue aqueles que prestaram inestimável contribuição ao Direito e à Justiça.
Ele nasceu na cidade de Promissão (SP), em 14 de setembro de 1929, e se formou, em 1952, pela Faculdade de Direito da Universidade Federal do Paraná (UFPR), onde foi professor de Direito Processual Civil. Foi juiz do Tribunal Regional Eleitoral do Paraná, conselheiro da OAB/PR e presidente do Instituto dos Advogados do Paraná (IAP), de 1963 a 1965.

Egas Dirceu Moniz de Aragão recebeu, também, os títulos de cidadão honorário do Paraná, em 1982; sócio benemérito do IAP, em 1988; professor emérito da UFPR, em 2000; e a Comenda do Mérito Judiciário do Estado do Paraná, concedida em 2011 pelo Tribunal de Justiça do Estado do Paraná (TJPR), por sua destacada atuação no mundo jurídico.  

Escreveu vários livros, entre os quais Comentários ao Código de Processo Civil e Sentença e coisa julgada.
 
Rio de Janeiro, 2 de junho de 2019.

Rita Cortez
Presidente nacional do IAB