Segunda, 12 Outubro 2020 17:33

Nota de pesar – Theophilo de Azeredo Santos

O Instituto dos Advogados Brasileiros (IAB) manifesta profundo pesar pela morte, aos 90 anos, do seu ex-presidente Theophilo de Azeredo Santos, ocorrida na madrugada desta segunda-feira (12/10), no Rio de Janeiro. O advogado ingressou no IAB em 1959 e presidiu a entidade no biênio 1972/1974, depois de ter sido 1º vice-presidente no período de 1966 a 1968. Ele também foi presidente da Federação Brasileira de Bancos (Febraban), do Comitê Brasileiro da Câmara de Comércio Internacional (ICC) e do Centro Brasileiro de Mediação e Arbitragem (CBMA). Era casado com Amelinha, pai de Theophilo, Amelinha e Rodrigo, e tinha cinco netos. O corpo será velado a partir das 13h da próxima quarta-feira (14/10) e enterrado às 15h no Cemitério São João Batista, em Botafogo, no RJ.
Entre os diversos livros escritos pelo advogado e professor de Direito estão: A reforma da Lei de Falências e os direitos trabalhistas, Manual do Direito Comercial, A ética na vida empresarial, Novos estudos de Direito Comercial em homenagem a Celso Barbi Filho, Manual de títulos de crédito e Direito da navegação marítima e aérea.

Em 1982, Theophilo de Azeredo Santos foi agraciado pelo IAB com a Medalha Teixeira de Freitas. O advogado também foi condecorado com a Ordem do Mérito da República Italiana (1985), o Colar do Mérito Judiciário do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (1994) e a Medalha Comemorativa do Centenário do Presidente Juscelino Kubitschek de Oliveira, pelo Ministério da Cultura (2003).