Quinta, 22 Agosto 2019 15:14

Presidente do Instituto de Defesa do Direito de Defesa toma posse como membro efetivo

Da esq. para a dir., Carlos Eduardo Machado, Marcia Dinis, Fábio Tofic, Sergio Tostes e Kátia Tavares Da esq. para a dir., Carlos Eduardo Machado, Marcia Dinis, Fábio Tofic, Sergio Tostes e Kátia Tavares
O criminalista Fábio Tofic Simantob, presidente do Instituto de Defesa do Direito de Defesa (IDDD), tomou posse como membro efetivo do Instituto dos Advogados Brasileiros (IAB) na sessão ordinária desta quarta-feira (21/8), conduzida pelo 1º vice-presidente, Sergio Tostes, que também empossou o advogado André Dinis Angelo. “É enorme a minha alegria por ingressar nesta entidade centenária que permanece na vanguarda da defesa das liberdades, da democracia, da advocacia e da cidadania”, afirmou Fábio Tofic, que integrará a Comissão de Direito Penal, presidida por Marcio Barandier, que o indicou ao IAB junto com a diretora e membro da comissão Marcia Dinis.
Ao saudá-lo, a advogada disse: “Tofic se destaca pela defesa permanente da advocacia criminalista, que tem sido desrespeitada pelos tribunais e vista, equivocadamente, por parte da sociedade, como coautora dos crimes imputados aos seus clientes”. Marcia Dinis leu uma mensagem enviada por Marcio Barandier, para quem o novo consócio “é uma liderança entre os criminalistas do país, por sua luta pela preservação do estado democrático de direito, hoje terrivelmente ameaçado”.

Presidente da Comissão de Defesa do Estado Democrático de Direito da OAB/RJ e membro do Conselho Deliberativo do IDDD, Luis Guilherme Vieira compareceu à sessão e destacou “a luta aguerrida de Fábio Tofic pela advocacia”. O secretário-geral do IAB, Carlos Eduardo Machado, disse que o presidente do IDDD “ocupa um lugar de destaque nas ações em prol da advocacia e da cidadania”.

Indicado pela presidente nacional do IAB, Rita Cortez, e por Marcia Dinis, o advogado André Dinis Angelo atuará nas comissões de Direito Empresarial e Direito Processual Civil. “É uma grande emoção saudá-lo, não somente por ser um brilhante advogado, mas também por ser um sobrinho querido”, disse Marcia Dinis.

O presidente da Comissão de Direitos Humanos, Carlos Roberto Schlesinger, também fez questão de dar as boas-vindas ao novo consócio e seu afilhado: “O vi nascer e o acompanhei até à loja para a compra do seu primeiro terno”. Da tribuna, André Dinis Angelo agradeceu “as palavras de carinho” e falou da sua “honra por fazer parte desta Casa, que reúne a excelência do pensamento jurídico brasileiro”.
 
Da esq. para a dir., Carlos Eduardo Machado, Marcia Dinis, André Dinis Angelo, Sergio Tostes e Kátia Tavares