Quinta, 07 Fevereiro 2019 01:57

André Marques ressalta ‘relação histórica’ com a Ordem na posse do novo presidente da OAB/Niterói

Da esq. para a dir., Álvaro Quintão, Fábio Nogueira, Cláudio Vianna, Ana Tereza Basílio e André Marques Da esq. para a dir., Álvaro Quintão, Fábio Nogueira, Cláudio Vianna, Ana Tereza Basílio e André Marques
“A presença do IAB nas posses das subseções fortalece a relação histórica entre o Instituto e a OAB e a renova, tanto no campo acadêmico quanto no das lutas diárias da advocacia.” A afirmação foi feita pelo diretor de Acompanhamento Legislativo Cível do Instituto dos Advogados Brasileiros (IAB), André Marques, que representou a entidade na solenidade de posse de Cláudio Vianna no cargo de presidente da Subseção da OAB/Niterói (RJ), nesta quarta-feira (6/2), no Teatro Abel. André Marques informou que Cláudio Vianna, que ficará à frente da subseção no triênio 2019/2021, destacou em seu discurso de posse “o compromisso de manter a tradição exitosa dos seus antecessores e vigiar permanentemente o respeito às prerrogativas dos advogados”.
O presidente da OAB/RJ, Luciano Bandeira, compareceu à solenidade e, de acordo com o diretor do IAB, “ressaltou o fato de a subseção ter um perfil de seccional, por ser a maior do País, em razão do grande número de advogados nela inscritos”. André Marques informou, ainda, que em seu discurso Luciano Bandeira destacou, também, “o peso da atuação histórica da OAB/Niterói em momentos importantes da advocacia fluminense e nacional”.

A posse contou também com as presenças do presidente do Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF2), desembargador André Fontes; do desembargador do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJRJ) Cláudio Tavares de Oliveira Júnior; da vice-presidente da OAB/RJ, Ana Tereza Basílio; do presidente da Comissão de Direitos Humanos e Assistência Jurídica da seccional, Álvaro Quintão; do tesoureiro e do secretário-adjunto da OAB do Rio, Marcello Oliveira e Fábio Nogueira, respectivamente, além de dezenas de outros advogados, oficiais das Forças Armadas e membros dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário.